O guia definitivo de perguntas frequentes para o processo de encaminhamento de frete

Carga ferroviária

processo de frete

O comércio internacional é um mecanismo complicado com muitas engrenagens e ferramentas envolvidas.

Para ajudar as partes comerciais, foram introduzidos os serviços de agenciamento de cargas.

Neste FAQ, vamos tentar descobrir, qual é o processo de frete é e como pode ajudar no comércio mundial.

O que significa despachante? É o mesmo com o agente de carga?

UMA "despachante” tem muitos sinônimos, como “transitário”, “transitário”, etc.

Todos eles descrevem uma pessoa ou empresa que organiza as remessas de produtos do fornecedor.

O despachante ainda é o mesmo que o despachante.

A única diferença é que um agente de carga é uma pessoa em todos os casos, enquanto o conceito de “transitário” pode significar tanto seres humanos quanto empresas.

Imagem do empresário segurando o tablet, conceito de negócios em crescimento no mapa do mundo de cobertura de rede global, fundo de exportação de importação logística (elementos desta imagem fornecidos pela NASA)

Como funciona o agenciamento de cargas?

O agenciamento de cargas é um método amplamente difundido de transporte internacional, tanto para uso corporativo quanto pessoal.

Os transitários coordenam o envio de mercadorias de um destino para outro usando vários transportadores (como aéreo, marítimo, rodoviário e frete ferroviário).

Para isso, utiliza-se o complexo de métodos.

Abaixo você confere os principais serviços que a transportadora pode oferecer:

  1. Desembaraço alfandegário.
  2. Embalagem.
  3. Seguro.
  4. importação e documentos de exportação.
  5. Armazenamento.
  6. Gestão de inventário.

Essa lista não é exaustiva; pode haver outras ações realizadas pela entidade transitória.

Devido a esses serviços, todo o processo de importação e exportação de produtos torna-se menos estressante.

Vista panorâmica do porto

Quais são os principais deveres e responsabilidades de um despachante?

O despachante utiliza as melhores rotas e métodos para movimentar grandes cargas até o ponto de destino.

O despachante deve ter certeza de que as mercadorias podem chegar ao comprador no menor tempo possível.

Assim, o despachante deve utilizar vários modos de transporte de forma mais eficiente.

O despachante tem que realizar pesquisas durante o planejamento de rotas.

Ele leva em consideração:

  • o tipo de produtos transportados;
  • a distância até o destino final;
  • quaisquer requisitos específicos do cliente em relação ao prazo de entrega final.

O despachante também tem responsabilidades relacionadas com:

  • processo de embalagem;
  • procedimentos de seguro;
  • alfândega documentação e outros requisitos regulamentares.

Um bom despachante tem que ter altas habilidades organizacionais.

Sempre esteve de olho no frete sob controle, utilizando tecnologias de satélite e aplicativos de software.

Finalmente, tal pessoa (empresa) tem que se comunicar com seus clientes e fazer pagamentos em nome deles.

Por favor, verifique também este útil Guia do Youtube para um despachante.

Por que é lucrativo usar os serviços de transitários?

Podemos ver 5 fatores-chave que tornam os serviços de transitários úteis:

Flexibilidade. Usando os serviços de despachante, você pode facilmente alterar suas escolhas sobre empresas de transporte ou modos de transporte sem problemas.

Versatilidade. Um bom encaminhador sabe como reagir rapidamente e resolver problemas no momento em que eles surgem (como redirecionamento frete marítimo remessas ou frete aéreo atrasos).

Custo-beneficio. Os serviços de frete podem ajudá-lo a economizar muito dinheiro. As empresas de navegação trabalham com fretes a granel, o que possibilita tarifas mais baixas.

Sem problemas alfandegários. As regras e regulamentos alfandegários podem tornar sua entrega confusa e complicada. O transitário irá certificar-se de que você pode evitar todos esses problemas.

Serviços adicionais. Essas opções incluem rastreamento de compras, embalagem e relatórios sob demanda. Ao escolher um transitário, é uma boa escolha escolher a empresa com serviços extras úteis.

Se você está interessado em remessas internacionais da China, não precisa continuar sua busca por um transitário confiável: os especialistas da Bansar estão sempre aqui para realizar todas as tarefas logísticas necessárias.

Transporte aéreo

Quanto custa o frete? O que é um frete adicional encargos?

O processo de agenciamento de cargas requer vários custos e taxas.

Eles podem ser separados em dois grupos: encargos comuns e não padronizados.

Existem 3 taxas gerais que devem ser pagas praticamente em qualquer caso:

Taxa de transporte aéreo/rodoviário/marítimo. Este é o mais óbvio. Depende das dimensões da sua carga, país de origem e distância de entrega.

Alguns remetentes podem incluir taxas adicionais aqui:

  1. Taxa de triagem de carga.
  2. Taxa de segurança aérea.
  3. Sobretaxa de combustível.

Cobrança de cobrança. Estas são as taxas relacionadas com a recolha de mercadorias de um armazém.

Taxa de manuseio do remetente. Este tipo de taxa está relacionado a diferentes papéis, incluindo cópia de documentos e preparação do conhecimento de embarque. Essa cobrança pode variar de US$ 35 a US$ 75.

As taxas não padrão (adicionais) podem se referir a:

  1. Certificado de origem. Em alguns países, você pode precisar deste documento para verificar o fabricante dos produtos.
  2. Materiais perigosos. Lidar com materiais perigosos sempre exige custos e taxas adicionais.
  3. Procedimentos de legalização. Na grande maioria dos países, o procedimento de legalização está relacionado com a verificação de documentos por um consulado ou embaixada.

Lembre-se de que há cobranças adicionais no caso de cada país.

Por exemplo, o governo dos EUA presume taxas extras de exportação, como cobranças TSA Security e AES.

Como o despachante e o transportador diferem?

Os agentes de carga fornecem serviços de despachante e organizam a entrega por meio de uma transportadora.

Em alguns casos, um forwarder também pode ser um transportador.

A principal diferença é que o transportador utiliza seu transporte, enquanto o despachante conta com um terceiro nesta questão.

Navio de carga (2)

É possível enviar um contêiner diretamente sem usar transitários?

Sim, é possível, escolhendo entre as duas opções seguintes:

  • solicitando um contrato de longo prazo com alguma companhia de navegação;
  • usando agentes extras (como transportador, agente alfandegário), bem como linhas de navegação.

Nota: o trabalho das linhas de navegação funciona apenas com pedidos de carga completa. É impossível encomendar um pequeno número de mercadorias nesta situação.

Além disso, é recomendável usar os serviços do encaminhador se ocorrer algum desafio.

Essas pessoas (empresas) possuem grande expertise e parceiros mundiais, para que possam lidar com todos os tipos de questões.

Qual documentação é necessária para o processo de encaminhamento rápido?

Muita documentação é necessária para o processo de agenciamento de cargas, principalmente no caso de remessas internacionais.

Esses papéis incluem os seguintes:

  1. Licença de exportação, lista de embalagem e declaração.
  2. Fatura comercial.
  3. Certificado de inspeção.
  4. Certificado de origem.
  5. conhecimento de embarque.

Como o agenciamento de cargas é diferente do transporte?

O transporte de mercadorias está relacionado apenas ao processo de entrega, enquanto os serviços de expedição abrangem movimentação, manuseio, armazenamento, embalagem e assim por diante.

Qual é o processo passo a passo de agenciamento de cargas?

processos de frete

Existem 6 etapas básicas do processo de encaminhamento de frete.

Etapa 1: retirar a entrega

Esta etapa também é chamada de transporte de exportação.

Presume-se a movimentação de itens do local de um fornecedor para o armazém dos transitários.

Requer o uso de um caminhão ou trem para transportar mercadorias.

A linha do tempo desta etapa depende da enorme quantidade de fatores, incluindo distância, localização geográfica e tipo de mercadoria.

Etapa 2: inspeção de mercadorias

Logo após o término do transporte de exportação, o despachante começa a inspecionar as mercadorias e prepará-las para a partida.

Esta etapa começa com a verificação da quantidade e qualidade das mercadorias.

Também é importante descobrir o status legal das mercadorias.

Se houver algum tipo de problema, o remetente pode entrar em contato com o comprador para corrigi-los antes que as mercadorias possam ser proibidas na alfândega.

Além disso, nesta etapa, o despachante pode realizar o empacotamento caso o fornecedor não tenha feito o suficiente para garantir a segurança dos produtos.

Etapa 3: desembaraço aduaneiro de exportação

Antes que os itens possam ser enviados para o país de destino, é necessário liberá-los na alfândega.

Nesta etapa, o despachante pode trabalhar com um despachante aduaneiro ou realizar ele mesmo os trâmites alfandegários.

As alfândegas exigem a apresentação de detalhes sobre a carga e a apresentação de quaisquer documentos comprovativos.

Normalmente, o fornecedor e o comprador concordam sobre quem é o responsável por esse processo.

Se um agente de frete não puder fornecer esses serviços, é necessário encontrar um terceiro com um despachante aduaneiro.

Etapa 4: desembaraço aduaneiro de importação

Em geral, essa etapa é semelhante ao desembaraço de exportação.

Quando a carga chega ao país de destino final, suas autoridades devem verificar tais mercadorias e todos os documentos alfandegários de importação relacionados.

Esta etapa, como a anterior, pode ser realizada com o auxílio de um despachante ou de um terceiro com um despachante aduaneiro.

Nota: um bom despachante começa a processar essa etapa antes mesmo da carga chegar ao país de destino. Isso ajuda a economizar muito tempo precioso.

Etapa 5: chegada e manuseio do destino

Após o desembaraço da mercadoria, o despachante reúne todos os documentos e retira o frete.

Nesta etapa, o despachante recebe todos os documentos da carga, incluindo documentação pendente, faturas de transporte e assim por diante.

Esta etapa é sempre processada pela própria transportadora.

Passo 6: Entrega ao destinatário

Esta etapa também é chamada de transporte de importação e é bastante semelhante ao transporte de exportação.

O despachante transporta as mercadorias até o comprador e as transfere com todos os papéis.

Além disso, os compradores (recetores) podem decidir recolher a carga no armazém do transitário.

O processo de encaminhamento de frete inclui a seleção das rotas e opções de viagem mais apropriadas para você como comprador.

Transporte rodoviário de mercadorias

Preciso de um despachante para minha loja de e-commerce?

Essa é uma pergunta exigente que depende principalmente do tipo de loja de comércio eletrônico, do público-alvo e da quantidade de mercadorias enviadas.

Quando você transporta muitos produtos dentro do país, usar serviços de transportadora pode ser uma boa ideia.

No entanto, a quantidade de remessas precisa ser enorme nesse caso (como dezenas de remessas por dia).

Mas isso irá garantir-lhe as melhores taxas.

Também é recomendável contratar de 3 a 5 transportadoras se quiser agilizar o processo.

Se você transfere mercadorias internacionalmente e precisa de serviços de armazenamento, o despachante deve ser a melhor opção.

Essa empresa pode atuar como transportadora e lidar com problemas complicados desembaraço alfandegário procedimentos.

Por fim, os transitários são totalmente responsáveis ​​por qualquer perda ou dano aos produtos, pelo que os armazenam e transportam com extrema precisão.

Se você envia para todo o mundo, mas não precisa armazenar suas mercadorias, pode procurar uma 3PL (empresa de logística terceirizada).

Tais entidades são semelhantes aos agentes de carga e falaremos sobre a diferença entre elas nas próximas perguntas.

Freight forwarding e 3PL: como esses dois se correlacionam?

Como dissemos anteriormente neste artigo, os fornecedores de 3PL (logística de terceiros) e os transitários têm funções bastante semelhantes.

As diferenças entre eles se tornam mais óbvias depois de ler sobre cada serviço.

Os transitários permitem que as empresas obtenham as melhores taxas e combinações de transportadoras calculadas em seu nome.

Eles coordenam quase tudo, desde a reserva de espaço de carga até a apresentação de reclamações de seguro.

Seus serviços terminam em organizar como seus produtos irão do ponto A ao ponto B.

Os provedores 3PL podem cuidar de toda a sua cadeia de suprimentos.

Isso inclui armazenamento em armazém, separação e embalagem, bem como envio.

Os serviços de logística de terceiros também oferecem alguma flexibilidade, pois as empresas podem escolher quais serviços desejam.

O que é o seguro de frete?

O processo de frete pressupõe bilhões de dólares em fluxo de caixa, então o seguro é uma opção óbvia.

Uma boa cobertura de seguro da responsabilidade do despachante inclui:

  1. Responsabilidade do conhecimento de embarque.
  2. Erros e Omissões (E&O).
  3. Responsabilidade do Bailee para operações de armazém e transporte por caminhão.
  4. Responsabilidade de embalagem e enchimento de contêineres.
  5. Contêiner e equipamento de transporte cobertura.
  6. Responsabilidade aduaneira.
  7. Responsabilidade de terceiros (principalmente no caso de empresas 3PL).

Carga ferroviária

Como um despachante lida com o frete perdido?

Nesse caso, tudo depende de um contrato que você assina com um despachante.

O despachante também assina contratos de responsabilidade semelhantes com companhias marítimas e transportadoras.

Em geral, tais acordos especificam o curso de ação quando ocorre a perda ou dano de mercadorias.

Assim que o despachante assinar os contratos, ele tentará garantir que não haja tais problemas.

Se ainda surgirem, o despachante cuidará de tais perdas ele mesmo ou com a ajuda da companhia de seguros.

Quais são os problemas gerais do processo de agenciamento de cargas?

O processo de agenciamento de cargas está enfrentando muitos desafios.

A seguir estão os problemas mais comuns.

Regras pouco claras da competição

O agenciamento de cargas depende da economia de vários países, bem como das regras de regulamentação internacional.

Isso torna o processo bastante complicado e desigual, devido a diferentes taxas, taxas e encargos.

Complicações do desembaraço aduaneiro

Seguindo o tópico anterior, aqui está outro problema do processo de agenciamento de cargas: regulamentação alfandegária desigual em todo o mundo.

Isso limitou o escopo de operações de um transitário. O que significa que a maioria dos transitários vai se aventurar no mercado local.

Digitalização

Descreveremos esse problema com mais precisão posteriormente nesta FAQ.

Vamos apenas mencionar que no ambiente moderno fica mais fácil para os compradores processarem suas remessas diretamente.

Assim, os transitários precisam encontrar novas maneiras de ajudar seus clientes.

Qual é a diferença entre agenciamento de carga e casa de exportação?

A casa de exportação é uma empresa localizada principalmente no país do fornecedor.

Está envolvida na exportação dos produtos através dos seus agentes e distribuidores no país de destino.

O processo de agenciamento de cargas abrange muitas etapas, incluindo a exportação de mercadorias.

Por favor, volte para a pergunta anterior sobre 6 etapas de agenciamento de carga.

Frete marítimo

Qual é a diferença entre os serviços de agenciamento de carga e despacho aduaneiro?

O despachante fornece uma ampla gama de serviços, enquanto um despachante aduaneiro ajuda a passar pelo desembaraço aduaneiro.

Os despachantes aduaneiros se concentram no lado da importação do transporte.

Para os exportadores, o despachante aduaneiro é um negócio de país estrangeiro, que pode ser tratado por um despachante.

O despachante lida com a logística de movimentação de seus produtos de A para B.

A vida do despachante aduaneiro, por outro lado, trata da parte burocrática, do preenchimento de documentos, da entrada da mercadoria no país.

Os transitários estão sempre trabalhando em conjunto com os despachantes aduaneiros para auxiliar nos procedimentos de exportação.

O que é um título de transitário?

A Federal Motor Carrier Safety Administration (FMCSA) obriga todos os despachantes e corretores de frete a manter esse título (BMC-84).

A principal tarefa deste vínculo é garantir que você estará desempenhando suas funções de trabalho em total conformidade com as regras federais e estaduais.

Um vínculo protege as entidades com as quais você trabalha (como outros transportadores, transportadoras motorizadas etc.).

Se o despachante não puder cumprir as regras da lei ou os termos de contato, alguém pode reivindicar sua fiança.

Nota: a fiança do despachante é uma regra que se aplica apenas aos despachantes dos EUA.

Como iniciar um negócio de agenciamento de cargas?

Iniciar um negócio de agenciamento de cargas consiste em várias etapas importantes.

Em primeiro lugar, você deve realizar uma pesquisa de mercado abrangente.

Você economizará muito tempo e recursos se responder a duas perguntas principais nesta fase:

  • Qual é o seu público-alvo?
  • Com quais volumes de carga você planeja trabalhar?

Com base nesta informação, pode adquirir/alugar apenas o equipamento necessário.

Sua pesquisa de mercado se restringirá a um tipo específico de consumidor.

Tendo estudado um nicho, você precisa decidir: criar um negócio do zero ou comprar uma franquia?

Comprando uma franquia, você obtém um modelo de negócios e suporte prontos.

Mas tenha em mente que você trabalhará de acordo com as regras do dono da franquia.

Criar seu próprio negócio de agenciamento de cargas é mais difícil, mas, a longo prazo, trará grandes lucros.

Além disso, os processos de negócios permanecem sob seu controle total.

Por fim, você deve entender claramente quais serviços fornecer e decidir quais equipamentos você precisa para isso.

A maioria das startups desse nicho começa com a compra/aluguel de veículos e um armazém.

O armazém deve estar em um local conveniente para o acesso de veículos.

Além disso, a quantidade de capital inicial deve permitir que você compre software de logística.

Sem ele, é impossível um trabalho efetivo no mercado de fretes.

Dica: escolha uma especialidade restrita (transporte de um determinado tipo de mercadoria ou por determinados meios de transporte).

Isso ajudará a evitar a concorrência com fortes players do mercado.

Processo de enchimento do caminhão

Qual é a maior empresa de agenciamento de cargas na China/mundial?

A maior empresa de agenciamento de cargas na China é a CNXtrans.

Empresa está sediada em Shenzhen – o principal hub logístico da China.

O líder mundial do negócio de agenciamento de cargas é a DHL.

Atualmente, faz parte do Deutsche Post DHL Business Group.

A sede da empresa está localizada em Bonn.

Como a digitalização afeta os negócios de agenciamento de cargas? Ainda seria real no futuro?

A digitalização da economia leva a uma globalização rápida e em grande escala.

Para as transportadoras, isso significa uma carga crescente nas redes de transporte e uma maior demanda por serviços.

Hoje, o trabalho eficaz de uma empresa de agenciamento de cargas é impossível sem o uso de produtos de TI.

Isso cria novos desafios para o negócio:

  1. Criação de data warehouses próprios.
  2. Desenvolvimento de software para rastreamento de movimentação de cargas.
  3. Criar um serviço de suporte capaz de responder instantaneamente a uma solicitação do cliente a qualquer momento.
  4. Contratação de especialistas em TI que estejam a par das nuances do mercado de fretes.

Em geral, a digitalização do mercado de fretes levou a uma melhor comunicação dentro dos sistemas de transporte e entre o transportador e o cliente.

Além disso, graças à análise de grandes bancos de dados, ficou mais fácil formar um preço favorável e interagir com um público-alvo específico.

O que é um tipo de contêiner? Quantos tipos são usados ​​no agenciamento de cargas?

Existem quatro principais tipos de recipientes para transporte de carga:

  • recipiente de armazenamento seco;
  • Contêineres a Granel Intermediários rígidos;
  • Contêineres Tanque intermodais (ISOs);
  • Contêineres a Granel Intermediários flexíveis (FIBCs).

Em geral, existem mais de 16 tipos de contêineres que são usados ​​no agenciamento de cargas.

KPI de frete: o que é?

KPI é abreviação de principais indicadores de desempenho. É um monte de ferramentas analíticas que podem ajudá-lo a calcular sua atividade.

Os principais KPIs para o transitário são os seguintes:

Precisão do pedido

Este KPI mostra o número de vários incidentes desde a colocação do pedido até a entrega de uma remessa.

Com ele, qualquer despachante pode identificar padrões e corrigir erros para tornar o processo de transporte mais seguro.

Em tempo integral

Este KPI de logística também é conhecido como OTIF.

É usado para medir a porcentagem de pedidos entregues dentro do prazo estipulado (sem problemas ou problemas de documentação).

É um KPI ideal que mostra como são pontuais e seguros os serviços de um transitário.

Tempo de espera

O lead time é um KPI que rastreia por quanto tempo sua empresa processa as diferentes etapas do processo de agenciamento de cargas.

É bom saber o tempo exato gasto em cada etapa da cadeia de suprimentos e otimizar esse tempo.

Custos de armazenamento

Este KPI é utilizado pelos agentes de carga que oferecem serviços de armazenagem.

Ele monitora as despesas envolvidas na gestão das instalações do seu armazém.

Viragem de caminhão

Este KPI mostra o tempo médio gasto entre a saída para coleta/entrega e o retorno do veículo ao seu armazém.

É amplamente utilizado por empresas de transporte rodoviário.

Utilização da capacidade do contêiner

Este indicador mostra como você usa a capacidade de carga de um veículo durante o transporte rodoviário ou de um contêiner durante o transporte marítimo.

Se você está sempre fazendo entregas cheias, esse KPI será maior.

Produtividade

Este KPI exibe a taxa de produção dos funcionários da empresa de encaminhamento (força de trabalho/horas de trabalho/produtividade).

Custos de transporte

Significa todos os encargos relacionados a cada operação logística desenvolvida por sua empresa.

Uma série de remessas

Avalia a média de cargas movimentadas por sua empresa em um horário estipulado (semanal/mensal/anual).

Essa lista de KPIs de frete pode ser continuada com outros valores.

A Bansar pode garantir o mais alto desempenho em relação a todos os KPIs mencionados acima.

Nossa experiência abrangente e rede mundial de parceiros confiáveis ​​estão nos tornando o melhor negócio quando se trata de remessas da China.

Containers

Como posso escolher o transitário certo?

A vida do melhor agente de frete tem que ter os próximos recursos-chave.

Grande experiência

A experiência é o fator mais importante quando se trata de questões de embarque (como greves de estivadores, fechamentos de portos, redirecionamentos de cargas, problemas alfandegários, organização de armazenagem).

Um transitário experiente sempre tem uma resposta para as questões mais complicadas.

Uma ampla rede

O melhor despachante é aquele que possui a rede completa de agentes em todo o mundo.

Ao escolher um despachante, certifique-se de que ele tenha conexões no país de destino.

Serviços competitivos

Ao escolher uma empresa de agenciamento de cargas, confirme se ela possui todos os serviços que você precisa.

Isso ajuda a que todas as suas remessas internacionais ocorram sem problemas.

Certificação e licenças

Sempre pergunte ao despachante sobre seus certificados e outras credenciais.

Eles mostram se um despachante possui treinamento especializado e requisitos de segurança para lidar corretamente com as remessas.

Atendimento ao cliente

Um despachante com excelente atendimento ao cliente pode fornecer suporte para um comércio internacional eficaz.

A Bansar orgulha-se de estar entre as empresas de transitários mais confiáveis ​​e de rápido crescimento na China.

Fornecemos taxas de envio extremamente competitivas e podemos entregar em tempo hábil qualquer tipo de produto em todo o mundo.

Escolhendo-nos como seu parceiro de confiança, você pode ter certeza de que será uma situação vantajosa para todos.

Voltar ao Topo